26 de jan de 2015

Acampada em Nova Viçosa/BA

Camping Docemar

Descobrimos Nova Viçosa quando estávamos montando o roteiro para ir acampando até Itacaré/BA. As informações encontradas de ser uma cidade pequena, antiga, no litoral sul e com área de camping nos animou a querer conhecê-la.

Em janeiro de 2015, vindos de Marataízes/ES – veja post a respeito – pela BR 101, logo após entrar na Bahia saímos em direção a Mucuri e seguimos pela BA 001, (litorânea), onde ao lado, pertinho da cidade, chegamos ao camping - veja a rota.

O camping

Informações:

Camping Docemar - link para o site
Av. Oceânica, 3017 (BA 001), Bairro do Pau Fincado – no acesso à cidade
Coordenadas geográficas: -17.91089,-39.38614
No Google Maps: http://goo.gl/Jtvbrx
Telefones (73) 3208-1173 - (73) 99932-7088
Diária em janeiro/15: R$ 20,00
Energia: 220v

Estrutura do Camping:

É um camping bem simples, mas com toda a estrutura básica. Possui cinco grandes quiosques onde podem ser montadas barracas embaixo, churrasqueiras e mesas de madeira para os campistas, barzinho, sala de TV e estacionamento interno.




Área pequena, piso de areia e grama (japonesa), sombra de coqueiros e chapéu de sol, banheiros simples – que poderiam ser melhor conservados – e também tem chalés para alugar. Recebe motor-home.








Ambiente bom e propício para fazer amizades, o que não foi desperdiçado, rs.



Possui 2 entradas, a principal, que dá frente para a rodovia, tem portões que são fechados à noite - na oportunidade um funcionário pernoitava no camping. Já do lado da praia não tem portões, o que em tese implica em falta de segurança. No entanto, nos seis dias que lá ficamos, inclusive com outras famílias acampadas, em nenhum momento nos sentimos inseguros.



Atividades

O camping é bem localizado, junto a uma praia longa, com belo visual e muito boa para caminhadas – o que mais fizemos. Tanto no sentido da cidade como no sentido oposto encontramos praias tranquilas e muita paz, apesar de ser na segunda semana de janeiro, ainda temporada de verão.




20 de jan de 2015

Acampada em Marataízes/ES

Camping do Siri

Em janeiro de 2015, dentro de um roteiro para ir acampando até Itacaré, na Bahia, passamos nove dias em Marataízes, no Camping do Siri, que já conhecíamos de outras acampadas.

O camping

Informações:

Camping do Siri - link para o site
Rodovia do Sol, Praia do Siri s/n, km 9
Coordenadas geográficas: -21.116627 -40.858139
Veja no Google Maps: http://goo.gl/i8xXeE
Telefones (28) 3532-8110 – (28) 3532-8119
Diária em janeiro/15: R$ 40,00 - maior de 65 anos, com desconto, R$ 25,00
Energia: 110v e 220v

Estrutura do Camping:

É um dos campings com melhor estrutura que conhecemos. Área grande (135 mil m²), em frente à praia – pé na areia – piso arenoso e arborizado. Em janeiro se assemelha a uma colônia de férias, com muitos campistas e frequentadores assíduos que montam grandes estruturas para passar férias inteiras por lá.


Nesse período promove intensa atividade recreativa para todas as idades, contando com monitores para entreter os campistas. Em nossa estada tinha tirolesa na área fronteira junto à praia, arvorismo dentro do camping e uma programação com música ao vivo, gincanas, caminhadas, etc. A programação semanal das atividades ficava exposta junto ao restaurante e não havia custos adicionais.






Ambiente familiar, com áreas separadas (sinalizadas) para quem quer ficar num espaço mais animado e para quem prefere ficar mais no sossego, afastado do agito – fiscais, identificados, rondam constantemente na área fiscalizando o cumprimento do regulamento.



Possui várias e grandes baterias de banheiros, com equipes de limpeza a postos, minicampo de futebol de areia, lanchonete, restaurante por quilo, área de lazer para as crianças, quadra de vôlei, salão de jogos, sala de TV, capela, etc. Dispõe de cabanas e suítes para locação e espaço (pequeno) para motor-home - para o natal, réveillon e carnaval necessário reservar com antecedência.





Há uma portaria para acesso à praia, com vigilantes permanentemente atentos à identificação por pulseirinhas - crianças não passam desacompanhadas.