19 de ago de 2016

Quanto custa começar a acampar

Premissas

Partindo do zero, adquirir equipamentos padrão médio, suficientes para o conforto e segurança de um casal - mesmo em clima adverso -, que pretenda fazer refeições na barraca e que tenha carro para o transporte. Equipamentos iguais ou similares aos que usamos.

camping em florianópolis

O que precisa

Listamos a seguir - e com link para os respectivos fornecedores - o que achamos necessário para quem quer iniciar a acampar, partindo das premissas acima:

- barraca modelo Family Arpenaz t4.1 – custo R$ 800,00
- gazebo quéchua 3 x 3m –R$ 1.000,00
- móvel para cozinha quéchua - R$ 500,00
- frigobar Philco 47 litros – R$ 636,00
- fogão Venax 2 bocas – R$ 174,00
- bujão de gás 2 kg, normatizado, Ultragás - R$ 120,00
- mesa pratika mor com 4 banquetas – R$ 155,00
- conjunto de panelas para camping nautika - R$ 85,00
- conjunto de 4 peças, tipo para pic-nic (pratos, canecas e talheres) – R$ 170,00
- colchão inflável mor casal – R$ 81,00
- inflador elétrico náutika – R$ 69,00
- circulador de Ar Mondial 30cm - R$ 108,00
- extensão elétrica de 20 m, cabo pp – R$ 180,00
- protetor de lâmpada, tipo gaiola - R$ 12,00
- lâmpada led de 10 wats – R$ 12,00
- interruptor (meio do fio) + 2 m de cabo, soquete e plug - R$ 20,00
- luminária para o quarto a pilha - R$ 32,00
- 2 cadeiras de praia, altas, Mor - R$ 76,00



Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós.
Volte sempre!!


Outros posts recomendados:
Vantagens
Há muitos anos só viajamos acampando - não lembramos da última vez que nos hospedamos em pousadas ou hotéis – e dessa forma... Leia mais

Conhecer o nordeste acampando
Com 2 pernoites na estrada, na terceira noite já está em Salvador (considerando partida de SP) e daí começar o roteiro de férias propr... Leia mais


1 de ago de 2016

Acampando no Inverno

As pessoas sentem frio de formas diferentes, umas mais outras menos e isso depende de vários fatores, alguns físicos, outros ambientais – quem mora numa região mais fria, por exemplo, não sente tanto quanto aquele que mora numa quente e vai para um ambiente mais frio.

Em nossas últimas acampadas, maio e julho, enfrentamos temperaturas bastante baixas para nós que vivemos no litoral - onde menos de 10º é raro - chegando a 6º durante a madrugada, o que, em tese, teríamos penado com o frio à noite, o que não aconteceu.

Altinópolis - julho/16
acampando em Altinópolis

Serra da Bocaina - julho/13
acampando no Chez Bruna


Como enfrentamos o frio

Não temos a pretensão de indicar a forma ideal de enfrentar o frio ao acampar, apenas citaremos como fazemos para nos sentirmos confortáveis ao dormir.

Primeiro cuidamos do colchão inflável cujo ar interno recebe a friagem do solo e fica simplesmente gelado. Colocamos uma manta embaixo dele - que pode ser aquela que estava aposentada, rs, e até ajuda a proteger o fundo. Em cima isolantes térmicos de eva, de uso individual. Sobre os isolantes, outra manta e um lençol. Pronto, está feita a cama.



Deixe seu comentário, ele é muito importante para nós.
Volte sempre!!


Outros posts recomendados:
Acampada na região de Visconde Mauá - RJ
Temos preferência de acampar no litoral durante o verão e no período intermediário ir para o interior curtir cachoeiras e o verde das mont... Leia mais

Acampada em Bueno Brandão - MG
Pela quarta vez acampamos nessa cidade pequena e típica do interior, situada na Serra da Mantiqueira a uma altitude de 1.200 m na... Leia mais